DUOSAT NEXT FX UHD 4K ONDEMAND SKS IKS IPTV

DUOSAT NEXT FX UHD 4K ONDEMAND SKS IKS IPTV

DUOSAT NEXT FX UHD 4K ONDEMAND SKS IKS IPTV

Blog Article


O jeito de ouvir música está mesmo mudando. Para tentar se sobressair, esse último — que é parceiro da VIP — lançou nesta quinta-feira (4/9) uma nova forma de funcionamento. Agora, o usuário do Rdio não deverá pagar pra ouvir músicas pelo serviço. Para conversar a respeito da novidade, Anthony Bay, o CEO da marca, e Scott Bagby, Presidente Internacional da Rdio, estiveram no Brasil.


Aproveitamos a visita e fomos bater um papo com os dois a respeito do que interessa: música. Como ser distinto em um mercado com serviços tão aproximados em termos de oferta de bandas assinadas e particularidade de serviço? Continuar Lendo : É por isso que estamos lançando esse novo modelo para o Rdio.


Pela primeira vez, o nosso serviço será gratuito. A versão mais básica da ferramenta, sem custos pro consumidor, será composta por estações de rádio — construídas a começar por artistas, usuários ou marcas. Como por exemplo, eu terei a minha própria estação de rádio, a Anthony FM. Os usuários poderão ouvir as músicas que tocam pela minha estação grátis. E a programação dessa rádio será feita com apoio no que eu ouço. Essas estações terão propaganda, correto? Scott Bagby: Correto. Mas são os donos das estações que vão controlar quais anúncios vão tocar em sua rádio. Você podes controlar as músicas e as propagandas. Mas quem vai faturar com as propagandas? procurar estes /p>

Os donos das estações ou o Rdio? Conteúdo Completo : As marcas que quiserem publicar pagarão pro Rdio. Eles nos enviam as peças. E os donos controlam quais peças entram em cada estação. A pirataria no Brasil preocupa? Como vencer tema pirata? Anthony Bay: Apostamos no nosso serviço. Scott Bagby: A pirataria é um dificuldade mundial, não é só no Brasil. Quando chegamos, a pirataria era uma tristeza. Mas uma ótima experiência para o usuário poderá combater isto.

  • Não arrume sua mesa de trabalho
  • 14- Claro Vídeo
  • Tv justiça
  • Medo de errar
  • Perfil: Principal
  • Muita atenção e interesse. Demonstram clareza do que é exibido
  • Rafael julho 19, 2017 at 6:42 pm

Se provemos uma forma divertido e legítima de se consumir música, por que não optar por ela? A maioria das pessoas é de bacana índole. Elas gostam dos artistas. Elas preferem pagar para escutar — e acudir — o artista do que roubá-lo. O streaming é o futuro da indústria musical? Scott Bagby: É claramente um futuro.


Não vou dizer que é o futuro, porém é um caminho. Anthony Bay: Não imagino se é o futuro. Quer dizer… As pessoas irão prosseguir comprando discos. sites o download iria findar com os CDs, todavia isto não ocorreu. Mais e mais pessoas irão ter acesso a música com estes serviços, que não são só streaming.


Você pode ter a música no teu celular, no avião, offline. Acho que vai suceder o que ocorreu com os vídeos. As pessoas vão assinar o Netflix e quem sabe não comprem o DVD. Saiba mais o DVD. Você mencionou o Netflix. No Brasil, eles começaram como serviço de streaming e hoje produzem as próprias séries, como ‘House of Cards’, ‘Arrested Development’ e ‘Orange Is The New Black’. página da web de origem /p>

O Rdio concebe fazer o mesmo? Anthony Bay: Acho árduo, no nosso mercado, que o Rdio lance um artista exclusivo no Rdio. Mesmo que por um transitório período, já que a música está por todo recinto. Não é como pela Tv ou no cinema. A série está por esse canal e não está naquele. Ponto. Acho mais fácil promovermos artistas de modo exclusiva. Anthony Bay: Sim, tem muitas promessas. Podemos organizar shows. Isso pode acontecer, porém não vejo como uma prioridade.


Scott Bagby: Exatamente. A gente tem muitas parcerias em redor do mundo, e em alguns lugares temos as ‘sessions’, onde o artista comparece e toca suas músicas. Isso é exclusivo, todavia o Rdio não vai fazer uma gravadora, um selo. Como tem êxito a negociação com os artistas e bandas? Anthony Bay: A maioria das negociações são feitas com os representantes dos artistas. clique em seguinte site da internet ou o selo que o lançou. Quem quer que detenha os direitos autorais. Em casos específicos, conversamos diretamente com o artista.

Report this page